FAP/DF encaminha proposta de acordo à Cobap e exige mudanças na Confederação

A FAP/DF encaminhou nesta segunda-feira, 14 de janeiro, proposta de acordo para pacificar a relação com a Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (Cobap). O documento, em resposta a pedido de acordo feito pela Cobap, lista uma série de termos para o encerramento de ação judicial impetrada pela Federação contra a Confederação.

Entre as exigências, destaque para a necessidade de uma nova rotina de governança na Cobap, de modo a dar mais transparência e resgatar o protagonismo da entidade na defesa dos interesses de idosos, aposentados e pensionistas. Fim da reeleição para mandatos de Diretoria e Conselhos, contratação de assessoria especializada para tratar de assuntos ligados ao Congresso Nacional, bem como o fornecimento de toda a documentação contábil e administrativa no que se refere à excursão à Itália, que seria realizada em 2018, são alguns dos termos propostos pela FAP.

Segundo o presidente da Federação, João Pimenta, o objetivo da proposta de acordo é “dar fim à animosidade criada pelo próprio presidente da Cobap”.

Entenda o caso

Em abril do último ano, as mais de 200 pessoas que participariam do Congresso Mundial de Aposentados, a ser realizado pela Cobap na Itália, foram avisadas sobre o cancelamento repentino da excursão a poucos dias da viagem. A suspensão do evento causaria, além do transtorno às centenas de participantes e dos danos materiais e morais, um rombo de, aproximadamente, R$1,2 milhão, segundo o presidente da entidade, Warley Gonçalles.

Em reunião emergencial das federações ligadas à Cobap, a FAP/DF exigiu explicações detalhadas sobre os procedimentos adotados na contratação dos serviços para a organização do Congresso. Na ocasião, Warley, agindo de maneira truculenta, ameaçou expulsar a Federação, determinando a instauração de uma “comissão de ética” com vistas a aplicar a penalidade. À época, em nota pública, veiculada na imprensa, a FAP denunciou a “ditadura da repreensão e do medo instalada” na Cobap.

A indignação com a atitude, motivou ainda o ingresso de ação judicial contra a criação do órgão que, fatalmente, excluiria a Federação do rol de organizações ligadas à Confederação. Petição na qual foi concedida liminar pelo juiz Gustavo Fernandes Sales, em junho de 2018, que também determinou multa de R$200 mil em caso de desrespeito à decisão.

3 comentários em “FAP/DF encaminha proposta de acordo à Cobap e exige mudanças na Confederação

  • janeiro 15, 2019 em 8:58 pm
    Permalink

    Desejo receber toda a programação desta já por demais conceituada organização

    Resposta
  • Pingback:Pimenta acha “preocupante” ausência da Cobap em Brasília no início da nova Legislatura

  • janeiro 29, 2019 em 7:55 pm
    Permalink

    Também concordo que tem que haver algumas mudanças de pessoas nas direções das Federações e da Cobap, para isso é preciso algumas alterações nos Estatutos, a minha proposta seria tanto para Cobap como as Federações, principalmente nas Presidências, Uma eleição e no máximo mais Duas Reeleições.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *